top of page
  • Foto do escritorGabriela dos Reis

Você conhece os 6 pilares para um relacionamento amoroso saudável?

Casal feliz no parque
Casal feliz no parque

O primeiro pilar para que você construa uma base sólida no teu relacionamento é o Respeito. É diante desse pilar que todos os demais vão se consolidando. Esse aspecto deve estar presente em todas as situações, inclusive em momentos de tensão e conflitos. E quando a gente fala em respeito, precisamos ter em mente o que isso significa.


Respeito é reconhecer a individualidade, ou seja, que aquela pessoa tem uma vida além do relacionamento, como seus valores, crenças, jeito de ser, amizades e hobbies. Além disso, entender os limites e as necessidades do(a) parceiro(a), escutando e valorizando suas opiniões e escolhas também é respeitar aquela pessoa. Quando cultivamos o respeito, criamos um ambiente de segurança e aceitação, onde ambos se sentem valorizados.


O segundo pilar é o Diálogo, sincero e honesto, sem nenhum tipo de joguinhos, chantagem ou culpabilização. A comunicação aberta é fundamental para construir uma conexão profunda e duradoura. O diálogo constante permite que o casal expresse seus sentimentos, pensamentos e preocupações, promovendo a compreensão mútua e a resolução de conflitos de forma construtiva.


Mas atenção: para existir o diálogo ambos precisam desejar e investir seu tempo e energia. Caso contrário não vai produzir resultados positivos, mas sim mais desgaste e sobrecarga. Vale mencionar que não basta conversar, é essencial saber escutar e compreender o outro demonstrando atenção e empatia.


O terceiro pilar é a Parceria, ou seja,  ser amiga(o) um do outro, se fazer presente, incentivar e ficar feliz pelas conquistas da outra pessoa. Um relacionamento saudável envolve uma parceria em que o casal trabalha junto para alcançar objetivos comuns e individuais. Isso quer dizer apoiar-se mutuamente em momentos de dificuldade, celebrar as conquistas um do outro e compartilhar responsabilidades de forma equilibrada e justa.


O pilar 4 é a Confiança. Ambos devem se sentir seguros consigo e com o outro. Responsabilidade afetiva, entra aqui também. Esse fundamento é construído, ele não nasce do dia pra noite. Ele é moldado através da experiência, consistência, transparência e integridade. Quando confiamos no nosso parceiro, nos sentimos seguras para sermos nós mesmas com nossas qualidades e defeitos, sabendo que seremos apoiadas e respeitada.


O quinto pilar é o Desenvolvimento, o que significa que essa relação deve te fazer crescer e progredir. Seja no pessoal como profissional. Um relacionamento amoroso saudável é um catalisador para o crescimento pessoal e o desenvolvimento mútuo. Isso consiste em encorajar o parceiro a perseguir seus objetivos e interesses individuais, enquanto oferece apoio e incentivo ao longo do caminho. Mas ao mesmo tempo sendo capaz de fazer isso por si mesma também, não abrindo mão dos seus sonhos e projetos.


E o último pilar, mas não menos importante é o Amor, que é poder cumprir todos os pilares anteriores. Sem isso ele não existe. O amor são práticas diárias de comprometimento e investimento. É uma escolha constante, demonstrando que vale a pena.


Casal feliz deitado
Casal feliz deitado

E lembre-se, para manter os pilares fortalecidos é preciso nutri-los regularmente.


Sabemos que vivemos num mundo complexo e dinâmico, então cultivar relacionamentos saudáveis e significativos pode ser desafiador. É aqui que o acompanhamento psicológico entra em cena, oferecendo um espaço seguro e acolhedor para explorar questões pessoais que podem estar dificultando cultivar os pilares mencionados, além de te ajudar a melhorar habilidades de comunicação e promover um crescimento emocional e relacional.


Ao investir em sua saúde mental e bem-estar emocional, você se capacita a construir relacionamentos mais autênticos e saudáveis consigo e com o outro, onde os pilares que te mostrei tendem a se fortalecer cada vez mais.


uand

Comments


bottom of page